Entenda Como Cuidar do pH Do Cabelo

O artigo de hoje aqui no Dicas Para O Cabelo fala sobre como cuidar do pH do cabelo. Vem comigo ;)
pH é uma sigla que significa potencial de hidrogênio. Essa sigla se refere a um índice que indica se determinado produto é ácido, neutro ou alcalino.
A escala do pH se inicia no número 0 e termina no número 14,0. O número 7,0 é considerado neutro. Do 0 ao 6,9 é considerado ácido. Sendo o 0 mais ácido que o 6,9. Do 7,1 ao 14,0 é considerado alcalino. Sendo o 7,1 menos alcalino que o 14,0. Veja imagem abaixo:

O pH natural do nosso cabelo fica entre 4.5 e 5.5, portanto, nosso cabelo possui pH ácido. Essa acidez protege o nosso couro cabeludo da proliferação de fungos e bactérias.

Todas as químicas que possuem pH neutro (7.0) mantém o pH do cabelo, ou seja, não interferem no estado em que o cabelo se encontra.

Todas as químicas que abrem a cutícula capilar possuem pH alcalino (pH entre 7,1 e 14,0). Químicas como: Shampoo anti-resíduos, pó descolorante, coloração...
  • O shampoo antiresíduos faz parte das químicas alcalinas e você deve está se preocupando com isso não é? Se você utilizar de forma correta, não se preocupe! O shampoo anti-resíduos além de ser usado nos procedimentos químicos, pode ser usado antes das hidratações e também de quinze em quinze dias para remover o excesso de produtos nos fios capilares. Se preferir, ao invés de usá-lo de quinze em quinzes dias, poderá utilizá-lo de trinta em trinta dias.
  • O cabelo ressecado, às vezes, poroso e em alguns casos até elástico possui a cutícula aberta. Esse tipo de cabelo não possui nutriente, o que o torna frágil, não podendo receber outra química enquanto não for tratado.

Todas as químicas que selam a cutícula capilar possuem pH ácido (0 e 6,9). Químicas como: Condicionador, máscara, leave-in, neutralizante, shampoo branco ou cremoso e oxidante. Um cabelo com a cutícula fechada retém os nutrientes de uma hidratação nos fios, o tornando brilhoso e saudável.
  • Cada produto possui um valor de pH diferente. Um pode ser mais ácido, ou mais alcalino que o outro. Exemplo: A máscara e o condicionador fecham a cutícula, ambos são ácidos, mas a máscara pode ter um pH e o condicionador outro. Se sua máscara tiver o pH mais baixo que o pH do condicionador, então, você não precisará finalizar a lavagem do cabelo com condicionador, a máscara bastará. Mas se o seu condicionador tiver o pH mais baixo que o da máscara, aí você deverá após a máscara, finalizar a lavagem do cabelo com um condicionador.
A cutícula capilar estando com pH alcalino, para voltar ao seu estado natural que é ácido, necessitará de máscaras de hidratação, nutrição e força. Máscaras capilares são para tratamento e possuem pH ácido. Existem também máscaras neutralizantes que eu particularmente adoro usá-las. Elas geralmente possuem efeito 3 x 1, neutralizam e hidratam os fios fechando a cutícula protegendo os fios das agressões externas. Restabelecem o pH natural dos fios, devolve o equilíbrio hídrico, brilho e flexibilidade aos cabelos.

Muito profissionais não usam mascara neutralizante após a coloração. Eu uso. Coloração também torna o cabelo alcalino, então, nada melhor que máscara neutralizante para corrigir o pH do cabelo e ao mesmo tempo tratar.

Como o nosso cabelo possui pH entre 4,5 e 5,5, devemos por bem utilizar shampoo com pH entre 5 e 6. Utilizando um shampoo com o pH parecido com o do cabelo, estaremos protegendo a cutícula capilar. Como eu disse no início do artigo, estaremos protegendo o nosso cabelo inclusive da proliferação dos fungos e bactérias. E já que o nosso shampoo deverá ter o pH entre 5 e 6, para fecharmos a cutícula com Chave de ouro devemos utilizar condicionadores, máscaras e leave-in com o pH ainda menor que o do shampoo.

Exemplo:
  • Shampoo Disciplinante L’Oreal Elsève Liss Intense pH entre 5,5 e 6,0
  • Condicionador Disciplinante L’Oreal Elsève Liss Intense pH entre 4 e 4,5
  • Qualquer máscara Novex possui pH 3,5
Paula, se o cabelo naturalmente possui pH entre 4.5 e 5.5, os produtos com pH mais ácido como o exemplo que você citou do condicionador Elséve e da máscara Novex, não farão mal?

Os produtos citados foram para dar exemplo. Não estou pedindo para usá-los, que fique claro! Produtos com pH mais baixo que o shampoo não farão mal. Para que possamos retirar do cabelo as sujeiras do dia a dia, precisamos usar um shampoo com o pH ácido mais alto que o pH natural ácido do cabelo, no caso do exemplo citado, o pH do shampoo fica entre 5.5 e 6.0. Após usar o shampoo, precisamos usar um condicionador para trazer a cutícula do cabelo para o seu pH natural. Para isso, precisamos usar um condicionador com o pH mais baixo que o pH do shampoo. Usando condicionador, shampoo, máscara e leave-in no dia a dia não farão mal.

O que faz mal usar todo dia é o neutralizante. O neutralizante possui pH muito baixo geralmente menor que 3.0, portanto, só pode ser usado após procedimentos químicos. Tudo o que faz bem para o cabelo, se usado em excesso o efeito é contrário, ou seja, um produto exageradamente ácido sendo usado todo dia, fará tão mal quanto um produto alcalino.
Eu também uso neutralizante quando faço hidratação em um cabelo que necessita urgentemente de tratamento. A chapinha desidrata o cabelo e um cabelo ressecado, poroso ou até mesmo elástico não pode chegar perto da chapinha. Nesse caso, o neutralizante é indispensável. Repito, eu uso neutralizante quando faço hidratação em um cabelo que necessita urgentemente de tratamento. O neutralizante nesse caso substitui a chapinha. Não uso os dois, eu uso um ou outro e no caso de um cabelo fragilizado, eu prefiro neutralizante. Se você não é profissional, não utilize neutralizante.

Eu costumo usar duas marcas de neutralizantes após hidratação e coloração. Quando falo após coloração, também me refiro a descoloração. Um é da marca Max Beauty e o outro da marca Keraform. Quando não tenho um, eu tenho o outro. São os meus queridinhos para as situações aqui citadas. Ambos, você encontra na 4U Cosméticos, clique aqui.

Eu espero que tenha gostado das Dicas Para O Cabelo de hoje ;)

Atenção! Todas as resenhas que eu faço são baseadas nas minhas experiências, portanto, o fato de um produto ter dado certo comigo, não significa que dará certo com você ou vice versa, por isso, é natural que algumas pessoas gostem dos produtos e outras não.